Coinbase vai contratar 100 pessoas para escritório de NY

A Coinbase está abrindo um escritório em Nova York, focado em clientes institucionais, e vai contratar 100 pessoas para ajudarem na expansão. No total, serão 150 empregados dedicados a investidores institucionais ano que vem, dos 20 que a empresa tem hoje. Isso por que, apesar da queda no preço das criptomoedas, o interesse institucional continua alto.

Adam White, gestor da Coinbase Institutional, as instituições vêem essa queda como “uma oportunidade para entrar quando as coisas não estão tão agitadas”. Muitos desse plano de contratar 100 pessoas estão vindo do mercado financeiro tradicional, de empresas como NYSE, Barclays e Citigroup.

Para deixar os grandes clientes seguros de seu investimento, a Coinbase tem o mesmo número de funcionários que a New York Stock Exchange. Apesar de a NYSE ser muito maior do que a Coinbase – movimenta US$700MM ao dia, contra US$100MM da Coinbase – essa precaução é necessária. Ataques a plataformas de criptomoedas são comuns e perigosos.

A MyEtherWallet, por exemplo, revelou que recebe mais ameaças diariamente do que qualquer banco da famosa lista Fortune 500, das maiores empresas do mundo. São cerca de 40 ataques por semana, ou 6 por dia.

A chefe de Vendas Institucionais da Coinbase afirmou acreditar que o movimento não é conflitante com o foco da empresa no varejo. Na verdade, é complementar. “Queremos fazer parcerias com instituições apropriadas, para que todo o ecossistema cresça”.

O plano de contratar 100 pessoas não é único de Nova York. Existe um esforço da empresa para não ser vista como associada exclusivamente aos Estados Unidos, que é o caso hoje. Em declarações, a empresa já se mostrou interessada em expandir para o Japão e América Latina.

Conheça o Mercado Bitcoin, maior corretora de criptomoedas da América Latina

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close