Circle compra SeedInvest

Movimento visa ajudar startups a levantar dinheiro em cripto

A Circle, uma das maiores plataformas de criptomoedas do mundo, comprou o site de crowdfunding SeedInvest, em uma missão de aumentar o acesso dos negócios ao financiamento por criptomoedas. A SeedInvest, fundada em 2012, conecta investidores pessoas físicas que querem investir em negócios e empreendedores. No Brasil, empresas como a Krya fazem o mesmo papel.

A modalidade, denominada equity crowdfunding, aumenta o leque de opções dos investidores, além de ser uma possibilidade para empreendedores que não querem passar pelo longo e caro processo de abertura de capital. Apesar de crescer rapidamente, a modalidade ainda tem muito espaço. Por exemplo, as maiores captações da SeedInvest foram:

  1. Virtuix – USD 7 milhões
  2. Knightscope – USD 5 milhões
  3. Keen Home – USD 2,5 milhões

Esses valores não são muito impressionantes quando comparados às maiores rodadas de investimento tradicionais do 2º trimestre de 2018:

  1. AutoLab AI – USD 153 milhões
  2. Figure – USD 50 milhões
  3. Spinlaunch – 35 milhões

Que por sua vez são pequenos quando comparados aos maiores Initial Coin Offerings, que podem ser considerados uma modalidade de crowdfunding:

  1. EOS – USD 4.1 bilhões
  2. Dragon – USD 320 milhões
  3. Hdac – USD 258 milhões

Os números impressionam, e ainda deixamos de fora alguns gigantes, como o ICO do Telegram (USD 1,7 bilhões) e Huobi (USD 300 milhões). O primeiro por que a oferta foi privada, e somente pessoas autorizadas podiam participar, e o segundo por que existem controvérsias se pode ser chamado precisamente de ICO.

Por essa diferença de valores o movimento faz sentido para a Circle. A grande vantagem em comprar a SeedInvest é que ela possui uma licença broker-dealer, que permite a negociação de valores mobiliários. Isso aumenta muito as possibilidades de oferta da Circle, que pode agora ajudar empresa a realizarem seu ICO de maneira legal.

Ou seja, a vantagem é dupla: por um lado, a Circle agora pode ser uma facilitadora de ICOs, como a CoinList. Além disso, a empresa poderá também listar os tokens para negociação de forma legal. O CEO da SeedInvest, Jeremy Allaire, disse que:

“A companhia [SeedInvest] sempre esteve à frente da colaboração com o governo para descobrir jeitos inovadores de permitir às pessoas levantarem capital… Os valores mobiliários criptográficos são uma nova categoria que no final das contas todos os negócios vão adotar, assim como todos os negócios hoje tem websites” 

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close